19 novembro 2006

O Olhar

"Tudo está exposto aos nossos olhos, ao nosso toque. O espetáculo da existência é uma tela na qual se repetem sempre os mesmos gestos. A questão é libertá-los do marasmo sob o qual emboloram e revelar a perfídia que os impulsiona, a generosidade que os cria, a mesquinhez que os alimenta, a alegria que os motiva. Esse é o trabalho do artista"

Henri Cartier-Brusson
(1908-2004)

1 Comments:

Blogger dreams said...

e os olhos não enganam nem mesmo quando pretendem enganar...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

4/12/06 23:27  

Enviar um comentário

<< Home